História da Metalurgia em Málaga.  

 

Por Trinidad Fernández González

Prof. Titular Dpto. Ingeniería Civil de Materiales y Fabricación

           Escuela Politécnica Universitaria

     Universidad de Málaga

 

Para encontrar as origens de Metalurgia em Málaga, temos que remontar ao tempo dos Fenicios. Teve que ser importante o desenvolvimento desta actividade já que as moedas Femcias encontradas em escavamentos da nossa provincia tem em uma das suas caras o Deus Vulcano, patrono dos Homena do mar e dos trabalhadores dos metais, junto com umas tenazes tipicas dos ferredores.

 

No século XVI quase todos os canhoes da Armada Espanhola e das prisoes africanas provinhan da industria de Málaga.

 

A criacáo de Altos Fornos deu um avanco a industria siderúrgica. Em Málaga, no ano de 1725 aparece um dos primeiros Altos Fornos de Espanha, entre a Serrania de Ronda, e na convergencia dos bracos no rio Genal, numa ferraria com o nome de Real Fábrica de San Miguel, especializada na producáo folha de lata. A técnica era ponco conhecida em Espanha, ate ao ponto que as provincias vizinhas e outras regioes náo comecaram a utiliza-la até ao final do século XVIII.

 

 

 

No século XIX debaixo da náo de M.A. Heredia o florescimento da maior industria siderurgica de Espanha na nossa ciudade. A necessidade de aros de aco para os barris de vinho que comercializava com América, foi a origen desta industria chamada La Concepción que comecou em Marbella, a orillas do rio Verde e a 11 Km. do vazamento de ferro no extremo oriental da Sierra Blanca. Logo se desdobrou o processo de fabricacáo, concebendo a criacao de uma nova ferraria, La Constancia, situada nas praias de San Andrés. Para fazermos uma ideia da magnitude desta empresa, diremos que ai trabalhan mais de 2000 pessoas e que nesta ultima existíam 5 Altos Fornos, 22 fornos Puddler, 2 Fornos de reaquecimento, 3 Cubilotes, etc. Gracas a esta empresa Málaga teve o seu primeiro comboio, subvencionado por M.A. Heredia, que fazia a linha Málaga-Córdoba, buscando o tao desejado carbáo de Belmez.

 

Málaga e o seu comercio estiveram sempre unidos a industria metalurgica. Hoje em dia, em pleso século XXI esta industria florence gracas a sua teadicáo, á arte, ao engenho e a firmeza que carácterizam este povo.